Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil

Autoria: FIRJAN
Ano: 2014

O Mapeamento da Indústria Criativa no Brasil em 2014 celebra uma década dessa indústria no país. Houve um crescimento significativo tanto em número de empresas quanto em profissionais criativos. Em 2013, o setor contava com 251 mil empresas, representando um aumento de 69,1% desde 2004. A indústria criativa brasileira gerou um Produto Interno Bruto de R$ 126 bilhões, correspondendo a 2,6% do total produzido no país em 2013. No mercado de trabalho formal, havia 892,5 mil profissionais criativos, representando 1,8% do total de trabalhadores formais brasileiros. Os setores de Tecnologia, Consumo, Mídias e Cultura tiveram um crescimento significativo nesse período.
Os profissionais criativos apresentaram salários em média três vezes superiores ao salário médio nacional. Além disso, foi observado um aumento nos salários médios em todos os estados brasileiros desde 2004. São Paulo e Rio de Janeiro se destacaram no mercado de trabalho criativo, representando uma porcentagem significativa do total de trabalhadores criativos no país. O Rio de Janeiro registrou os maiores salários em sete dos treze setores analisados.
Esse resumo destaca o crescimento da Indústria Criativa no Brasil, tanto em termos de empresas quanto de mercado de trabalho, e ressalta a relevância de São Paulo e Rio de Janeiro nesse setor.